10 dicas para superar a crise econômica e se manter no topo

superar a crise

superar a crise

A economia brasileira não vai bem e isso não é novidade. Muitos empreendedores enfrentam problemas para manter suas empresas faturando e liderando seus segmentos. Porém, será que todos estão usando estratégias corretas e eficazes para superar a crise econômica e se manter no topo?  Infelizmente não.

Em tempos como esse é comum que donos de pequenos negócios adotem atitudes precipitadas , e até mesmo nocivas para a empresa.
“Na crise, muitos empreendedores ficam paralisados, não conseguem reagir, pois o sustento da família dele e de muitas outras depende do negócio. Isso só atrapalha para um retomada”, afirma Alessandro Saade, professor da Business School São Paulo (BSP).

Muito embora o governo tente mascarar a crise com interpretações convenientes e a negação dos dados captados pelas diversas consultorias econômicas, instituições de classe e até mesmo das próprias agências e órgãos governamentais.

Por isso é importante prestar atenção em alguns detalhes e estar sempre prevenido.

Logo abaixo você vai conferir 10 dicas que vão te ajudar a superar a crise econômica, e vão servir de base para seus negócios.

1 – Preste atenção nos ciclos financeiros

De acordo com Alessandro Saade, da BSP, um grande erro é não contar que a crise virá. “A crise é uma coisa cíclica, faz parte do modelo de economia capitalista no qual estamos inseridos. Sendo assim, não entendo o desespero”, afirma.

Portanto, não adianta acreditar que seu negócio nunca enfrentará dificuldades. O melhor a fazer é se preparar e ter serenidade, pois as crises com certeza virão. Reservas financeiras e estratégias de vendas devem estar sempre em pauta.

2 – Assuma seus erros e siga em frente

Outro erro comum é culpar a crise por um erro de cálculo do empreendedor. Muitas vezes nos entusiasmamos por um negócio sazonal, uma moda, e depois de um tempo, o negócio começa a ir mal, e o empreendedor culpa a crise. Não podemos culpar a crise por nossa falta de planejamento.

Ou seja, se você resolve abrir uma loja de bolos numa rua que já tem cinco estabelecimentos do tipo, ou se aposta todas as suas fichas numa moda passageira, não adianta apontar o dedo para a crise a fim de justificar o seu fracasso.

3 – Planeje-se SEMPRE

Se sabemos que uma crise pode chegar a qualquer momento, a melhor forma de se preparar é buscar melhorar sempre. Mas não é isso que a maioria dos empreendedores faz. Independente da crise, precisamos buscar melhorar o negócio, isso deve ser algo contínuo. Melhorar processos, treinar a equipe, buscar estratégias de marketing  e ter cautela nas finanças fazem a diferença, mesmo que pareça antiquado.

4 – Para superar a crise analise o mercado

Muitos pensam que a crise paralisa o mercado totalmente. A ideia é assustadora  mas não é real. Resultado: o empreendedor não observa o que está à sua volta antes de tomar atitudes para enfrentar a recessão. A crise não para o mercado, apenas reduz o consumo de uma forma geral. Existe sim uma mudança de hábitos, por isso é de suma importância que o empreendedor esteja disposoto a analisar o mercado e comparar preços, e até mesmo investir em outro público alvo, para que suas margens de lucro não fiquem comprometidas.

5 – Ouça o feedback dos clientes

Muitas vezes o empreendedor deixa de ouvir seu consumidor durante a crise. Resultado: ele perde oportunidades de melhorar seu serviço e até de oferecer um novo produto. Será que, se a loja aceitasse o cartão X, venderia mais? Ou será que você pode facilitaria vida do cliente de alguma outra forma?

É preciso ouvir o consumidor. Se ele não fala nada, você tem que saber fazer as perguntas certas. Só que na crise parece que o empreendedor tem medo de ouvir o que o cliente tem a dizer. Ouça o seu cliente, veja quais necessidades mudaram e de que forma sua empresa pode continuar fornecendo serviços e/ou produtos que se encaixem no perfil, que, de fato muda um pouco no decorrer de uma crise econômica.

6 – Pense antes de demitir

Um erro gravíssimo é demitir parte da equipe antes mesmo de fazer uma completa análise e baseado somente no que se ouve falar.  É claro que, se o movimento caiu 50%, você não consegue manter toda a equipe. Mas isso não acontece do dia para a noite, não é mesmo? Então, ao invés de demitir logo de cara, crie novas estratégias e envolva a equipe num mesmo foco, deixando claro que os resultados devem ser atingidos e que isso depende de cada um.

7 – Nunca esqueça da sua equipe

Parece que quando uma crise se inicia, o desespero toma conta da liderança da maioria das empresas, e o medo de “não quebrar” passa a ser o principal assunto. Muitos empresários esquecem que existe um grupo de pessoas que continuam precisando de motivação, de suporte e até mesmo treinamentos. Nunca esqueça de sua equipe. É ela que vai te ajudar a superar a crise e manter os resultados. Este é o momento em que mais se faz necessário capacitar funcionários de todos os setores.

8 – Faça as contas

Na crise é importante reduzir os custos do seu negócio. Mas esse processo precisa ser muito bem pensado. É importante fazer uma análise do tudo primeiro, para saber quais pontos podem ter uma redução, e só depois tomar as decisões de como a empresa pode ser mais eficiente. Porém, o que acontece na maioria das vezes é que os empreendedores analisam apenas o resultado final. Não vá reduzindo os preços logo de cara. Tente outras alternativas, aumente e diversifique as formas de pagamento e espere até que o resultado aconteça.

9 – Busque ajuda

No momento de crise, no hora desespero muitos empreendedores focam todas as suas energias na empresa e acabam se isolando. Não buscam ajuda de entidades do setor, nem consegue abrir os olhos para outras oportunidades. O resultado é uma empresa ensimesmada e sem oxigênio para sair de um momento ruim.

Lembre-se: sua empresa não está sozinha. Existem profissionais que conhecem o mercado e sabem exatamente que tipo de atitudes devem ser tomadas para diminuir o risco da sua empresa passar por danos. Nunca se isole. Não queira resolver tudo sozinho, aprenda com o erro dos outros e mantenha a calma.

10 – Aproveite as oportunidades

Acredite ou não, mas toda crise traz oportunidades. Cabe ao empreendedor identificar as chances e canalizar seus esforços.

Muitas empresas acabam deixando espaços vazios. Então, se o empreendedor sair da caixa e buscar explorar essas oportunidades, ele terá resultado. Enquanto muitos simplesmente perdem o controle e saem culpando a crise, outros aproveitam o nicho de mercado que se abre.

Gostou das dicas? Então clique aqui e confira os materiais exclusivos e grátis que nós preparamos para você e que vão te ajudar superar a crise econômica utilizando apenas estratégias de sucesso. Mantenha-se no topo.