Funcionários de grandes empresas utilizam mensagem de texto com frequência

mensagem de texto

mensagem de texto

Entre novembro de 2015 e maio de 2016, uma empresa especializada em gestão de contas de telecomunicações, acompanhou o consumo de mensagem de texto de 34 grandes empresas brasileiras que somam 38 mil linhas móveis. Nesse período, foi contabilizado o envio de 3.873.295 mensagens de texto, com uma média de 15,2 por linha por mês. Isso mesmo, o gasto total dessas companhias com mensagem de texto em seis meses superou R$ 1 milhão, pouco mais de 2% do custo total delas com telecomunicações nesse período, que foi de R$ 56 milhões.

Os tipos de mensagem de texto

O que mais chama a atenção, contudo, é a análise sobre os tipos de mensagens de texto trafegadas e o cruzamento com os planos contratados. Segundo a pesquisa, menos da metade das mensagens enviadas, ou 44% precisamente, estavam dentro dos planos contratados pelas empresas. 41% estavam fora dos planos, o que representa um gasto extra e indica a necessidade de melhorar o planejamento de uso de telecom. E 14% eram mensagens de serviços de interatividade: horóscopo, chats, games e reality shows. Ao todo, 442.969 mensagens foram enviadas para serviços de valor adicionado (SVAs), gerando um gasto totalmente desnecessário, além de uma perda de tempo e de produtividade. 63% dessas mensagens de interatividade foram enviadas em dias úteis.

Estima-se que o uso inadequado do celular corporativo pode representar até 20% do valor da conta. Por isso torna-se necessário uma reestruturação do uso de telecom por funcionários, pois o serviço precisa estar disponível de uma forma que contribua para o sistema de gestão das empresas.