Facebook permitirá limpeza no histórico de navegação

facebook

O Facebook parece estar trabalhando fervorosamente para aumentar a segurança dos dados dos seus bilhões de usuários.

O fundador da rede social revelou que, enquanto testemunhava no Congresso dos EUA sobre a polêmica com a Cambridge Analytica, percebeu que não tinha respostas suficientemente claras para algumas perguntas sobre os dados dos usuários.

Com a nova opção, os usuários poderão eliminar parte das informações que o Facebook armazena sobre eles. No entanto, a plataforma continuará fornecendo aos aplicativos e sites associados dados para que eles possam analisar, por exemplo, o grupo demográfico no qual são mais populares.

“Os aplicativos e sites que usam ferramentas como o botão de ‘curtir’ ou o Facebook Analytics nos enviam informações para produzir conteúdos e anúncios melhores. Também as utilizamos para fazer a experiência do Facebook melhor”, explicou Egan.

Zuckerberg também voltou a falar sobre medidas para proteger a integridade de futuras eleições. O Facebook passou a requerer a identidade de anunciantes que fazem anúncios políticos e contratará até o fim do ano mais de 20 mil pessoas para revisar conteúdos.

Será uma simples ferramenta de controle para apagar o histórico de navegação no Facebook: no que você clicou, as páginas que visitou e mais”, descreveu o executivo.

*Com informações da Reuters e EFE/Portal G1